Blog \ Animais: vacinação em dia evita doenças

Voltar ao blog

Animais: vacinação em dia evita doenças

A vacinação de cão e gatos deve ser levada a sério pelos donos de pets. O veterinário Fernando Negrão Balielo explicou sobre os diferentes tipos de vacinas no mercado as doenças que as vacinas protegem os cães e gatos. Além da raiva, existem muitas vacinas necessárias que os donos devem se preocupar. Ele alerta para a necessidade de não se preocupar apenas com campanhas antirrábicas e deixar a carteira de vacinação do animal em dia.

Para os cães as vacinas indicadas são as polivalentes (V8 ou V10), vacina de gripe canina, de giárdia e antirrábica. Para os gatos as vacinas são as polivalentes (V3, V4 e V5) e a antirrábica.

Fernando explicou que a vacina polivalente para cães protege contra leptospirose, parrovirose, coronavirose, hepatite, adenovirose e influenza. A vacina de gripe canina é recomendada principalmente nos períodos de mudanças climáticas.

A vacina de giárdia é indicada quando tem criança na casa que tem muito contato com o animal. A giárdia e uma zoonose que pode ser transmitida pela contaminação de ruas e da água por parasitas que moram no intestino.

A vacina polivalente para gatos protege contra panleucopenia, calicevirose, rinotraquite e clamidiose. Após o esquema de vacinação com reforços nos filhotes, os gatos adultos devem receber doses anuais da vacina polivalente e antirrábica. 

Fernando explicou ainda que é preciso tomar cuidado com as vacinas nacionais que podem ser vendidas em casas de ração, pois o armazenamento e temperatura corretos podem não terem sidos seguidos. As vacinas importadas só são vendidas e aplicadas em clinicas veterinárias e seguem um rigoroso critério de armazenamento.

“Sempre consulte seu veterinário sobre as vacinas e fique atento às verminoses”, lembrou Fernando.